Validação de Método de Eficácia de Desinfetantes em Superfícies

Avaliar a eficácia do sanitizante utilizado na limpeza de áreas classificadas na indústria farmacêutica é essencial para redução da população microbiana em superfícies e segurança na produção.

A validação de método de eficácia de desinfetantes e sanitizantes na aplicação em superfícies garante o controle microbiológico para processos de produção de medicamentos e vacinas. Por isso a validação é de extrema importância na indústria farmacêutica para garantir a segurança e a qualidade dos processos e produtos produzidos.

Testes de superfície

Os testes de superfície são usados para mimetizar os procedimentos de limpeza e condições ambientais, incluindo a natureza das superfícies e a aplicação do produto. Este teste envolve testar o desinfetante em cupons de superfícies representativas encontradas nas áreas classificadas onde frequentemente o produto é aplicado.

O teste deve demonstrar a eficácia de recuperação de número satisfatório em UFC/mL de microrganismos quando estão presentes nas superfícies características das áreas produtivas.

Grupos de comparação dos testes de eficácia

O teste de eficácia será composto por quatro grupos para comparação:

No primeiro grupo, o Teste de Desafio em Superfície (1), há uma quantidade conhecida de microrganismo, agente desinfetante e agente neutralizante, aplicados na superfície.

O segundo grupo, chamado grupo controle (2) há uma quantidade conhecida de microrganismo, neutralizante e diluente, aplicado à superfície. O agente desinfetante não é utilizado.

O terceiro grupo (3) é da viabilidade, onde há quantidade conhecida de microrganismo e diluente, para comparação com o grupo (4), o Grupo Toxicidade, onde é utilizado o neutralizante em solução com o microrganismo, e é comparado aos grupos viabilidade e controle.

Microorganismos testados

Os microrganismos testados são culturas puras de bactérias provenientes de uma coleção reconhecida internacionalmente (ATCC – American Type Culture Collection) e representam grupos específicos de bactérias, leveduras e bolores. Os microrganismos ditos “in house” são microrganismos selecionados baseando-se em um padrão de crescimento no monitoramento ambiental, representando microrganismos encontrados na flora local.

Projetado dentro das exigências e padrões nacionais e internacionais, o laboratório de Microbiologia da Mérieux NutriSciences conta com um banco de culturas de microrganismos de referência e selvagens e a melhor tecnologia para realizar análises microbiológicas, tais como:

Avaliação de eficácia de biocidas contra microrganismos – bactérias, fungos, leveduras, micobactérias e esporos de bactérias, empregando normas internacionalmente reconhecidas, tais como:

  • AOAC
  • ASTM, AATCC, ISO dentre outras.
  • Comunidade Europeia (CEN)
  • Farmacopeias (Brasileira, Americana e Europeia)
  • INCQS

Ensaios microbiológicos de pesquisa e desenvolvimento de produtos:

  • Avaliação da eficácia do sistema conservante (challenge test)
  • Ensaios de screening tais como MIC, MBC e time kill.
  • Ensaios microbiológicos de controle de qualidade:
    • Contagem total de bactérias
    • Pesquisa de Patógenos
    • Desenvolvimento e validação de métodos microbiológicos

Ensaios microbiológicos para comprovação de claim:

  • Comunidade Europeia
  • AOAC
  • entre outras

Fale com nossos especialistas:
(19) 3429 7701
bensdeconsumo.br@mxns.com
Ou solicite contato virtual pelo link https://lnkd.in/gUtWZxJ

Escrito por

Mérieux NutriSciences

Como parte do Institut Mérieux, a Mérieux NutriSciences é um dos maiores grupos de laboratórios do mundo e se dedica a proteger a saúde dos consumidores, oferecendo uma vasta gama de serviços de análises laboratoriais às empresas e indústrias.

Receba nossas novidades