Setor de Serviços – Saiba quais análises ambientais são importantes

A economia brasileira é dividida basicamente em três setores: primário, secundário e terciário. O primário envolve as atividades de extração mineral, agricultura, etc. O secundário é basicamente o setor industrial. E, no terciário está o setor de serviços. 

Este setor abrange diversas atividades, como por exemplo a comercialização de produtos e a prestação de serviços, dos mais diversos tipos. Continue a leitura e fique de olho para saber quais análises ambientais para o setor de serviços.

Os centros de medicinas laboratoriais, hospitais e outros locais de atendimento médico geram resíduos de risco biológico. Logo, as análises ambientais para o setor de serviços que estão dentro desta atividade envolvem: análise de água, ar ambiente, solo, resíduos; incluindo também a caracterização e classificação de resíduos, entre outras.

Outros negócios que estão dentro do setor de serviços que precisam realizar análises ambientais, mesmo após o alvará e licenciamento ambiental, são:

  • Escolas, universidades;
  • Supermercados, açougues;
  • Lojas do comércio em geral;
  • Confeitaria, cafés, academias;
  • Spa, oficina mecânica, padaria;
  • Laboratórios de análises ambientais;
  • Serviços públicos e espaços religiosos;
  • Lavanderia, hotelaria, salão de autocuidado;
  • Distribuidores de saneantes e bens de consumo;
  • Escritórios de contabilidade, advocacia, corretagem, pet shops;
  • Locais para entretenimento – parques, cinemas, teatros, shoppings;
  • Farmácia de manipulação, comércio de cosmética e higiene pessoal;
  • Restaurantes, sorveterias, agências de viagens, serviços bancários – físicos ou digitais;
  • Locais que oferecem suporte técnico de aparelhos eletroeletrônicos e de eletrodomésticos.

Atualmente a análise comum que envolve toda a pluralidade do setor de serviços é a análise de potabilidade da água. Além disso, o que você imaginar que esteja no conceito do setor “terciário”, como explicamos no início, necessariamente precisará realizar algum outro tipo de análise ambiental. Afinal, toda atividade humana gera algum tipo de passivo ambiental.

Porém, nem só de análise de passivos ambientais resultantes do processo do ciclo da cadeia produtiva são feitas as análises ambientais para o setor de serviços. A seguir vamos citar alguns exemplos de análises ambientais para o setor de serviços que fogem desse padrão.

Análises ambientais para o setor de serviços

Para garantir a segurança de produtos que causam risco à saúde, antes de comercializar, é preciso realizar por exemplo um teste de eficiência microbiológica. Isso vale para qualquer produto que possa causar risco. Na prática, cosméticos, saneantes e produtos formulados devem passar por essa análise físico-química.

Essas análises podem ser feitas até mesmo em matérias primas para determinar por exemplo atividade enzimática.

A comprovação de claim ou validação de desempenho por exemplo também são testagens que entram no escopo das análises ambientais para o setor de serviços. Usada para garantir, por meio de laudo técnico acreditado que o produto realmente “rende 2 ou 3 vezes mais”, ou ainda, “elimina mais de 99% de fungos ou bactérias sem prejudicar as plantas e os animais”, as análises são realizadas nas áreas físico-químicas e microbiológicas.

Testes de armazenamento de amostra, biodegradabilidade e estabilidade também são importantes para garantir a remoção ou redução de contaminantes ou ineficiência.

Por exemplo, o teste de estabilidade identifica a influência da umidade, variação de temperatura entre outros fatores ambientais na qualidade de um IFA – Ingrediente Farmacêutico Ativo. Por isso alguns medicamentos devem ficar protegidos da luminosidade, natural ou artificial. Ou ainda, após aberto precisam ficar na geladeira.

“A Mérieux NutriSciences realiza estudos de estabilidade acelerados, de longa duração e estudos de fotoestabilidade para garantir a conformidade regulamentar dos ingredientes ativos, medicamentos e dispositivos médicos.”

Focada em alimentos para pets, por exemplo, são comuns as análises ambientais para o setor de serviços de: metais pesados, micotoxinas, pesticidas, alérgenos, presença de antibióticos, ácido melanina e cianúrico.

Como saber quais análises minha empresa deve fazer?

Apesar de frequente é uma dúvida fácil de responder, porém não tão simples de colocar em prática. De modo geral, para além da questão do licenciamento ambiental, a necessidade de realizar análises ambientais está ligada à atividade do negócio. Ou seja, se sua empresa vai precisar fazer uma análise de qualidade do solo, conformidade de ingrediente ativo, qualidade do ar ou potabilidade da água, vai depender da relação da análise com a área de atuação da empresa.

As análises de água, solo, ar ambiente, resíduos, rejeitos, ar atmosférico, efluentes, etc, são determinadas pela legislação ambiental. Em outras palavras, para obter a licença ambiental, a lei define quais análises são essenciais para “começar” o negócio. Depois que já está ativo, existem as análises que estão dentro dos parâmetros de monitoramento ambiental, também regulamentados por lei. Nesse contexto vale destacar que:

“O termo “resíduo” refere-se a qualquer material que tenha sido descartado ou abandonado, de acordo com a legislação ou como resultado de uma atividade industrial, agrícola, pública ou doméstica e, ele pode ser sólido, líquido ou semissólido. Todas as atividades de fabricação envolvem a produção de resíduos sólidos e líquidos a serem classificados de modo a estabelecer os métodos corretos para sua gestão e descarte.”

Contudo, para saber exatamente qual análise ambiental seu negócio precisa ter um laudo para evitar multas ou qualquer outro contratempo com a fiscalização ambiental, o indicado é procurar os órgãos ambientais da sua cidade. De modo geral, o plano diretor da cidade é um documento que deve estabelecer diretrizes de cunho ambiental. Assim, comerciantes e prestadores de serviços podem usá-lo como guia para se orientar com relação ao seu negócio. 

Porém, vale destacar que nenhuma legislação municipal se sobrepõe à estadual que, por sua vez, não pode ser menos restritiva que qualquer lei federal. A exemplo disso podemos citar a Lei Nº 6766/79 que regulamenta o parcelamento do solo urbano e a Lei 8974/95 que regularizou e regulamentou o cultivo, manipulação e transporte de Organismos Geneticamente Modificados.

Por fim, além de se informar sobre as análises ambientais para o setor de serviços, é importante também realizar ações de ESG. Isso porque o comportamento do consumidor mudou e está cada vez mais atento a essas questões.

Os laboratórios da Mérieux NutriSciences são acreditados e oferecem uma diversidade de análises que contemplam todos os tipos de bens de consumo. Como já foi descrito, análises físico-químicas, microbiológicas e testes de eficácia, tanto das áreas residenciais, comerciais e institucionais. Se ficar com alguma dúvida, fale conosco.

Escrito por

Mérieux NutriSciences

Como parte do Institut Mérieux, a Mérieux NutriSciences é um dos maiores grupos de laboratórios do mundo e se dedica a proteger a saúde dos consumidores, oferecendo uma vasta gama de serviços de análises laboratoriais às empresas e indústrias.

Receba nossas novidades